quarta-feira, 9 de novembro de 2016

CLUBE DE LEITURA #LEIAMULHERES EM SANTOS APRESENTA "SEJAMOS TODOS FEMINISTAS" DE CHIMAMANDA NGOZI ADICHIE



No próximo dia 26 de novembro,  acontecerá  a edição especial  do Clube de Leitura Leia Mulheres Santos, com a mediação de Jam Pawlak e Julia Mikita na Oficina Cultural Pagu,  situada na Cadeia Velha,  Praça dos Andradas S/N, Centro , no horário das 15:00 às 17:00 horas,  em  debate estará o livro “Sejamos Todos Feministas” da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, em homenagem ao Mês da Consciência Negra, com a participação da equipe do Projeto Leia Santos, promovendo o incentivo à leitura através da atividade Adote Um Livro, com livros de autoras mulheres destinados à doação para o público em geral.  

Na obra de Chimamanda Ngozi Adichie,  podemos encontrar  afirmações relevantes referentes ao direito das mulheres; "a questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente."

Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente da primeira vez em que a chamaram de feminista. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. "Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: “Você apoia o terrorismo!"  Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e - em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são "anti-africanas", que odeiam homens e maquiagem -  começou a se intitular uma "feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens".

Neste  ensaio agudo, sagaz e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para pensar o que ainda precisa ser feito de modo que as meninas não anulem mais sua personalidade para ser como esperam que sejam, e os meninos se sintam livres para crescer sem ter que se enquadrar nos estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé.

Chimamanda Ngozi Adichie nasceu na Nigéria, em 1977, aos 19 anos viajou para os  Estados Unidos com o intuito de estudar. Logo os seus contos apareceram em diversas publicações e receberam inúmeros prêmios como o da BBC Short Story Competition em 2002 e o O. Henry Short Story Prize em 2003. A escritora foi condecorada em 2008, com o Prêmio “Future Award” na categoria de Jovem do Ano e recebeu uma bolsa da MacArthur Foundation, considerada a “bolsa dos gênios”, no valor de 500 mil dólares. A sua obra encontra-se traduzida em trinta e um idiomas.


"Sejamos Todos Feministas" uma obra de Chimamanda Ngozi Adichie. 


Serviço:
Leia Mulheres Santos apresenta  Chimamanda Ngozi  Adichie, edição especial em homenagem ao Mês da Consciência Negra, com a participação da equipe do   Projeto Leia Santos.
Oficina Cultural Pagu -  Dia 26 de novembro de 2016 – 15:00 horas

Cadeia Velha - Praça dos Andradas, s/n Centro – Santos – SP – Brasil