Pular para o conteúdo principal

Sessão de Autógrafos do Livro Poemas de Origami na 17ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto



A 17ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto acontece no período de 04 a 11 de junho de 2017, com o  tema “Do Conhecimento que Liberta ao Amor que Educa”; é uma grandiosa  realização da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

Na 17ª edição da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, os homenageados  são os renomados escritores e personalidades:
- Escritor: Fernando Pessoa;
- Autor Educação: César Nunes;
- Autor Infanto-juvenil: Ricardo Azevedo;
- Autora Local: Rosa Maria de Britto Cosenza;
- Professora: Maria Ester de Souza;
- Patrono: Chaim Zaher.
País homenageado: Portugal.

As atividades da 17ª Feira Nacional  do Livro de Ribeirão Preto estão sendo realizadas no Theatro Pedro II, Tenda Sesc (localizada na Praça Carlos Gomes), ACI Ribeirão Preto, Biblioteca Altino Arantes, Biblioteca Padre Euclides, Centro Cultural Palace, Palacete 1922, Praça do Leitor (Praça XV de Novembro), Sede da OAB Ribeirão Preto, Sesc, Shopping Iguatemi, Sincovarp, Teatro Marista.   
A sessão de autógrafos do livro Poemas de Origami na 17ª Feira Nacional  do Livro de Ribeirão Preto acontecerá no próximo dia 11 de junho, às 10:00 horas no Espaço dos Autores Locais e Regionais, nas dependências do Centro Cultural Palace.

O Origami é uma arte milenar do Japão, que consiste na criação de formas através da dobradura de papéis, sem o uso de cortes. Poema é uma obra literária, que emociona e sensibiliza o leitor.
Os Poemas de Origami representam a união da sensibilidade humana com a habilidade manual de poder criar formas apenas com um pedaço de papel; escritos à 7 mãos por duas jovens poetas: favorecendo a concentração, a paciência, a inspiração, a emoção, a dedicação, a composição e a satisfação pessoal de fazer algo realmente criativo entre centenas de dobraduras, versos, estrofes ou simplesmente prosa, repleta de sentimento, profundamente humana; sob os auspícios da paz e da harmonia, das quatro estações do ano, que registram através de um haicai,   o passar do tempo entre o céu e a terra, do Oriente ao Ocidente.

São poemas do Brasil para o Japão, e do Japão para o mundo, oriundos do Porto de Santos,   onde em 1908, aportou o navio Kasato Maru, trazendo a bordo os primeiros 781 imigrantes japoneses.  

Biografia das Escritoras:


Julia Mikita e Isabella Pawlak. Foto: Jam Pawlak.

Isabella Pawlak, tem 17 anos, é natural de São Paulo. Desde pequena gosta de ler, escrever, e de desenhar. Manteve um blog com sua irmã, Julia, de poemas escritos por elas, quando eram crianças. Adora lasanha, é caseira e gosta de filmes. Sonha em um dia morar em L.A. e quem sabe trabalhar em Hollywood. Já participou de muitos projetos em conjunto com a Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, especialmente com o Núcleo de Cinema Ambiental. Recitar poemas e dobrar origami fez parte da sua infância; assim como participar de projetos de incentivo a leitura e de preservação ao meio ambiente.  Atualmente, é acadêmica da Universidade de São Paulo – Faculdade de Direito de Ribeirão Preto, presidente do Clube de Leitura Lewis Carroll de Ribeirão Preto, curadora do Prêmio  Sadako Sasaki, e autora do livro Poemas de Origami, em parceria com a irmã, Julia Mikita. O livro Poemas de Origami foi lançado na 17ª edição da Bienal Internacional do Livro Rio em 2015, bem como, na 24ª edição da Bienal Internacional do Livro São Paulo em 2016.

Julia Mikita, autora do livro Poemas de Origami, tem 19 anos, é natural da cidade de São Paulo. Começou a escrever poemas e a dobrar origami desde os sete anos de idade. Atualmente é aluna do SENAC de Ribeirão Preto, presidente do Clube de Origami Sadako Sasaki de Ribeirão Preto, vice-presidente da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U de São Paulo, curadora do Prêmio Sadako Sasaki  e a idealizadora do Projeto Origami do Amor, um dos projetos vencedores do Programa Disney Amigos Transformando O Mundo de 2014. Participou de diversos projetos da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U,  e de recitais de poemas e leituras dramáticas no Parque da Aclimação, Casa das Rosas,  e Bienal Internacional do Livro de São Paulo. A  jovem escritora e poeta gosta muito de ler, de praticar esportes e de jogar xadrez com os amigos. Atua como voluntária do Clube de Leitura Lewis Carroll de Ribeirão Preto, onde colabora para a difusão do hábito da leitura entre as crianças e as suas famílias. 

Serviço:
Sessão de Autógrafos do Livro Poemas de Origami na
17ª Feira Nacional  do Livro de Ribeirão Preto
Dia 11 de junho, domingo, às 10:00 horas
Centro Cultural Palace

Rua Álvares Cabral, 322 Centro  - Ribeirão Preto SP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Global Smurfs Day

Participei do Dia Mundial dos Smurfs no Brasil com muita alegria, foi um 25 de junho adorável! Compartilhei desenhos de "Os Smurfs" para colorir entre as crianças, e compartilhei histórias dos extraordinários personagens criados pelo ilustrador belga Pierre Culliford, carinhosamente "Peyo".

Os Smurfs são pequenas criaturas azuis que vivem em casinhas no formato de cogumelo, em uma aldeia escondida no meio da floresta.

As histórias são envolventes e divertidas, profundamente humanas... Smurfantásticas!

Em agosto vamos correr para o cinema e assistir  "Os Smurfs  2" e depois sair por aí distribuindo sorrisos...


A Produção de Eventos Artísticos e Culturais na Pauta do Empreendedorismo

“Ser um empreendedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. É não esperar uma herança, mas construir uma história... Quantos projetos você deixou para trás? Quantas vezes seus temores bloquearam seus sonhos? Ser um empreendedor não é esperar a felicidade acontecer, mas conquistá-la.” Augusto Cury

Primeira turma do Curso deProdução de Eventos Artísticos e Culturais do Senac de Ribeirão Preto. Foto: Jam Pawlak.
Ainda no início  de 2017, tive a honra de integrar a primeira turma do curso de Produção de Eventos Artísticos e Culturais do Senac de Ribeirão Preto; um verdadeiro privilégio para mim e para os meus colegas. Tenho trabalhado com a produção de audiovisual há mais de quinze anos, assinando a produção executiva e os roteiros de filmes documentários. Por outro lado, a pro…